Como-evitar-quedas-em-idososA Queda pode ocorrer em qualquer idade. Para as pessoas idosas, a queda é mais prejudicial, pois apresentam chances de ocorrer lesões, torções e fraturas podendo ter como consequência a hospitalização. Temos fatores de riscos internos e externos. Vamos falar primeiro dos internos.O equilíbrio do nosso corpo pode piorar em decorrência de alterações que vem com a idade, como por exemplo: não enxergamos como antes, nossos reflexos para evitar a queda não são tão rápidos e eficientes, a força de nossas pernas e o equilíbrio tendem a diminuir. Por esta razão as chances de cair aumentam. A atividade física é muito importante para manter a independência, aumentar a força muscular e o equilíbrio para reduzir o risco de queda. Veja alguns exemplos de atividade física que você pode realizar sozinha ou com ajuda, sem medo: CAMINHADA ( ao ar livre ou numa esteira). Ajuda no controle e tratamento de algumas doenças como: hipertensão arterial, diabetes, osteoporose e colesterol alto.Faça essa atividade com a duração de pelo menos 30 minutos. ALONGAMENTO: a prática regular do alongamento ajuda a manter a flexibilidade, facilitando a realização de movimentos. DANÇA: Melhora a coordenação motora, eleva a autoestima e favorece o convívio social.

Vamos falar agora sobre os fatores de riscos externos: NO BANHEIRO: Não utilize tapetes de tecicdo (ou retalhos), eles podem provocar escorregões. Não se apoiar na cortina, no box ou no registro. Instale barras de apoio próximo ao chuveiro e do vaso sanitário. Na dificuldade de abaixar-se durante o banho, utilize uma cadeira de plástico firme e resistente. Use tapetes emborrachados e antiderrapantes. Aumente a iluminação: use lâmpadas fluorescentes, cortinas claras, assento do vaso sanitário e pia em cores diferentes do piso e do chão. Use assento elevado no vaso sanitário.

NO QUARTO: Evite camas baixas e colchões muito macios.Você pode ter dificuldade para levantar ou deitar. Nunca levante no escuro. Providencie um interruptor de luz ao lado da cama, um abajour, ou mantenha uma luz de vigília acesa (corredor ou banheiro) Mantenha o espaço entre os móveis para circulação

SALA: o ambiente deve ser bem iluminado, cortinas abertas e claras, paredes de cores leves facilitam a iluminação.Mantenha o espaço livre para circulação, retire os obstáculos: tapetes, mesa de centro, objetos espalhados pelo chão. Evide encerar o piso. Mantenha os fios dos aparelhos próximos as tomadas, Prefira sofás mais altos e firmes e poltronas com braços.

ESCADAS: Instalar corrimãos nos dois lados. Fita antiderrapante nos degraus. Interruptor de luz no início e no final da escada.

COZINHA: Os armários devem ser de fácil alcance e fixados à parede. Coloque os objetos que utiliza mais vezes em uma altura de fácil alcance.Evite tapetes ou passadeiras

Evite comportamentos de risco. Eles aumentam a probabilidade de quedas, pois podem levar o idoso a escorregar, tropeçar, pisar em falso, trombar, criando desafios para o equilíbrio. Alguns exemplos que devem ser evitados: Procure sentar-se para vestir as calças, meias e sapatos. Não use roupas muito compridas que arrastem no chão. Evitar comportamentos de risco envolve pensar em segurança e nos limites de cada um. Devemos aprender a pedir ajuda quando considerarmos que determinada atitude pode oferecer um risco para a própria segurança ou para a segurança de outra pessoa.

ATENÇÃO E MUITO CUIDADO: Ir ao banheiro a noite. Deixar luzes apagadas durante a noite/ andar no escuro.Subir em bancos, cadeiras, escadas ou no telhado da casa. Andar de forma desatenta. Andar por calçadas esburacadas Deixar objetos espalhados pelo chão da casa. Andar por locais com piso molhado, Andar de meias pela casa.Carregar objetos grandes que encubram a visão. Carregar objetos pesados. Tomar bebida alcoólica em excesso. Abusar de medicações. Não seguir recomendações médicas. Não se alimentar de forma adequada (passar muito tempo sem comer)

ROUPAS E CALÇADOS: Não use roupas muito compridas que arrastem no chão. Evite tamancos e chinelos, pois não prendem e saem facilmente dos pés. Evite usar calçados altos ou com solado liso e nunca ande somente de meias. Use calçados com solado antiderrapante, mesmo que seja preciso pedir para colocar no sapateiro. ( Fonte: Pesquisa em sites da Internet)