SER MÃE

familia feliz 12 Momento da Melhor Idade  homenageia todas as Mães publicando um texto muito interessante de Washington Sório publicado no site www.partes.com.br .

Se você vem acompanhando essas nossas publicações, poste o seu comentário, vou ficar feliz em saber a sua opinião.

– Era uma vez uma mulher que foi renovar sua carteira de motorista.Pediram-lhe para informar qual era a sua profissão.Ela hesitou sem saber como se classificar. “O que eu perguntei é se a senhora tem algum trabalho”, insistiu o funcionário.  “Claro que tenho um trabalho” exclamou a mulher “SOU MÃE”. Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar “dona de casa” disse o funcionário.

O tempo passou e essa mulher teve que novamente informar sua profissão, situação idêntica a anterior.A pessoa que atendeu a mulher era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente. Qual é a sua ocupação? perguntou a funcionária. “Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas. Então a mulher reparou maravilhada como a funcionária ia escrevendo no questionário oficial. Posso fazer uma pergunta?  Disse a funcionária para a mulher. O que a Senhora faz exatamente?  E a mulher respondeu: Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso) em laboratório e no campo experimental. (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa). Sou responsável por uma equipe ( minha família) e já recebi quatro projetos (todas meninas). Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?). O grau de exigência é a nível de 14 horas (pra não dizer 24).

Tudo foi resolvido e a mulher foi para casa onde encontrou sua equipe: “uma com 13 anos, outra com 07, outra com 3 e um bebê de 6 meses.

Ser Mãe…uma carreira gloriosa. Assim as AVÓS deviam ser chamadas DOUTORA-SENIOR em desenvolvimento infantil e em Relações Humanas, as BISAVÓS  DOUTORA-EXECUTIVA-SENIOR em desenvolvimento infantil e em Relações Humanas e as TIAS  DOUTORA-ASSISTENTE.

Minha Homenagem a todas as  mulheres Mães, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor.

 

 

Trabalhe em você a Gentileza

cuidador-idososGentileza – Busque se tornar um Ser Humano que contagia a todos pela gentileza .Na correria do dia  e com tanto estresse acumulado sabemos que não é fácil ser gentil o tempo todo, mas depois que você adere a esse comportamento as vantagens são inúmeras e os resultados melhores ainda. Não fique esperando que o outro seja gentil com você, tome você a  iniciativa, com alguns gestos simples e graduais. Acredite essa atitude pode transformar esse desafio em algo corriqueiro. O primeiro passo é tornar essa escolha em estilo de vida e ter paciência para ir mudando gradualmente o seu comportamento, você irá perceber que a atitude das pessoas irão mudando  em relação a você. São atitudes simples, como ceder o lugar a um idoso num transporte público, ajudar um idoso a atravessar uma rua, saber ouvir, estar atenta ao que o outro diz e se por acaso discordar do que foi dito, expresse sua opinião com sinceridade,com firmeza mas sem ser indelicado, sem ofensas. Aprender a ser gentil é uma forma de conviver melhor em sociedade e evoluir culturalmente, estamos perdendo o hábito das palavras  gentís .Não podemos perder essa capacidade de convivência que a gentileza propicia. Ser gentil deve ser a regra e nunca uma exceção. A gentileza é um predicado do ser humano que precisa ser trabalhado para não atrofiar. Muito depende da forma como se fala.  No tom de voz empregado acima do normal, no tom irritadiço, impaciente com que você responde a um questionamento. Se você precisa falar com alguém sobre algo desagradável, procure observar o momento certo e ser sensível ao utilizar os termos adequados. Até porque você pode ser sincero sem ser mal-educado ou grosseiro. Para  encerrar 3 dicas para praticar a gentileza: Não espere  que alguém tome a iniciativa em ser gentil. Comece você. Ensine aos seus filhos que a boa educação e honestidade são importantes para a formação de um ser humano gentil. Respeito ao idoso tem que começar desde criança. Quando marcar compromisso com outras  pessoas, respeito sempre o horário, pois o seu tempo não é mais importante que o dos outros.

O idoso e a familia: dois lados da mesma moeda

O “Momento da Melhor Idade” de hoje 13/01/2015 apresenta um texto da autoria de FÁTIMA TEIXEIRA, publicado no site www.partes.com.br  que vai nos ajudar a refletir sobre o tema.

 O idoso e a família: os dois lados da mesma moeda

Você tem um idoso em sua família?

Qual o grau de convivência e responsabilidade presente na relação entre você e esse idoso?

Neste artigo vamos procurar abordar a questão do idoso dentro do âmbito familiar sobre dois enfoques. De um lado, o ponto de vista do idoso com suas necessidades e expectativas e do outro a família moderna com sua organização e dinâmica nem sempre entendendo o processo que o idoso vem experimentando nessa etapa da vida. A família é definida como um grupo enraizado numa sociedade e tem uma trajetória que lhe delega responsabilidades sociais. Especialmente perante o idoso, a família vem assumindo um papel importante e inovador, na medida em que o envelhecimento acelerado da população que estamos constatando é um processo recente e ainda pouco estudado pelas ciências sociais.

A Constituição Federal de 1988, apresenta a família como base da sociedade e coloca como dever da família, da sociedade e do Estado “amparar as pessoas idosas assegurando sua participação na comunidade, defendendo sua dignidade e bem estar e garantindo-lhes o direito à vida”. Neste sentido, cabe aos membros da família entender essa pessoa em seu processo de vida, de transformações, conhecer suas fragilidades, modificando sua visão e atitude sobre a velhice e colaborar para que o idoso mantenha sua posição junto ao grupo familiar e a sociedade.  Aqui cabe uma primeira indagação: Como os filhos, de uma maneira geral acostumados a serem cuidados e dependentes dos pais por bons anos de suas vidas, num dado momento passam a experimentar uma inversão nessas relações quando os pais começam a necessitar de atenção e ajuda?  Com as fragilidades que muitas vezes acompanham o processo de envelhecimento é comum surgirem conflitos entre os filhos quando a situação dos pais passa a lhes exigir novas responsabilidades e cuidados. O filme “Parente é Serpente” de Mário Monicelli, 1993, Itália, aborda, entre outros aspectos, essa problemática quando a mãe, percebendo suas limitações físicas e senilidade do marido, delega aos filhos a decisão pelo futuro do casal.  Na realidade, a família precisa de um período de adaptação para aceitar e administrar com serenidade a nova situação, de forma a respeitar as necessidades dos pais e evitar que se sintam um encargo para os filhos. Daí a importância do idoso concentrar esforços para , nos mais diversos sentidos, não se entregar à inatividade evitando o mais possível o sentimento de dependência da família que tanto aflige o idoso.

Percebemos, em nossa experiência prática , que os idosos carregam a expectativa de receberem atenção e cuidados dos filhos e netos no momento em que perderem ou tiverem suas capacidades diminuídas, sendo este um fantasma constante a perseguir e preocupar os mais velhos.

Outra questão importante diz respeito à conjuntura atual, cujo desemprego estrutural vem colocando à margem do processo produtivo significativo número da chamada população economicamente ativa. Os idosos, ainda que empobrecidos, tiveram a oportunidade de viver uma fase anterior na qual havia trabalho em abundância e salário suficiente para sustentar sua família, adquirir a casa própria e o direito à aposentadoria. Observamos que em alguns casos de separação conjugal ou desemprego os filhos retornam à casa dos pais em busca de apoio. Eles se constituem para os filhos numa retaguarda e acolhimento em momentos de necessidade e se estabelecendo na família uma relação de dependência material e afetiva.

A dependência entre as gerações, no nosso entender, se revela de duas naturezas distintas: de um lado a dependência material dos filhos que por precisarem cada vez mais e por mais tempo da proteção dos pais, não hesitam em aceitá-la, até por entenderem como obrigação. Do outro lado a dependência emocional dos pais, fruto do modelo familiar estabelecido. Neste modelo a família é entendida como uma forma natural de organização da vida coletiva, uma instituição estável da sociedade, sendo a união entre seus membros a principal responsável pela integração e harmonia da vida familiar. Essa dependência se caracteriza, no nosso ponto de vista, num verdadeiro acordo tácito, ou seja, uma negociação na qual os pais acalentam a expectativa de obter no momento que necessitarem a retribuição pela dedicação oferecida à família.

As mudanças que estão ocorrendo nas representações de família nas novas gerações estão exigindo formas alternativas de convívio familiar e conseqüentemente a reformulação de valores e de conceitos.  A família brasileira do terceiro milênio está cada vez mais distanciada do modelo tradicional, no qual o idoso ocupava lugar de destaque. Estamos vivendo um importante período de transição e mudanças, no qual se faz necessário o entendimento das transformações sociais e culturais que vem se processando nas últimas décadas, para enfrentarmos o nosso próprio processo de envelhecimento dentro de expectativas condizentes com as novas formas de organização familiar. No entanto, qualquer que seja a estrutura na qual se organizará a família do futuro, há a necessidade de se manterem os vínculos afetivos entre seus membros e os idosos. Nesta fase da vida, o que o idoso necessita é sentir-se valorizado, viver com dignidade, tranqüilidade e receber a atenção e o carinho da família.

Fátima Teixeira é assistente social com mestrado pela PUC/SP

Em Rhede

MOMENTO DA MELHOR IDADE – TEMA: Musicoterapia

Os benefícios da Musicoterapia

A música é usada para tratar doenças desde a Antiguidade, mas os primeiros artigos sobre os efeitos dela no corpo humano foram publicados apenas no século XVIII. Hoje em dia já se sabe que melodias agradáveis induzem a liberação de substâncias no corpo que causam sensação de prazer e bem estar.

A música no tratamento de vítimas de derrame cerebral

Recentemente foi descoberto por um grupo de neurocientistas da Universidade de Helsinki na Finlândia, que mesmo  vítimas de derrames cerebrais podem ser beneficiadas com o uso de melodias. Ao constatarem que elas estimulam o sistema nervoso das pessoas, eles perceberam que a música ativa várias áreas do cérebro simultaneamente, até mesmo aquelas danificadas pelo derrame, acelerando o processo de recuperação. A descoberta foi feita através de um experimento relativamente simples. Cerca de 60 pacientes que haviam tido um derrame foram separados em três grupos. O primeiro foi orientado a escutar música, o segundo a escutar livros gravados em fita e o terceiro recebeu apenas o tratamento comum. Depois de três meses de experimento os especialistas perceberam que a memória verbal do grupo que escutou música melhorou 60%. Já os que escutaram livros gravados 18% e 29% dos que estavam apenas fazendo o tratamento tradicional. Com resultados tão expressivos, o experimento comprova que escutar música no tratamento das sequelas de um derrame pode ajudar na recuperação do paciente e prevenir a depressão.

Mais exija um profissional habilitado para cuidar do seu idoso.   (Fonte Internet)

envelhecimento

Lição de Vida

envelhecimentoUma Senhora Idosa, elegante, bem vestida e penteada, estava de mudança para uma casa de repouso pois o marido com quem vivera 70 anos, havia morrido e ela ficara só…Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando uma atendente veio dizer que seu quarto estava pronto. A caminho de sua nova morada, a atendente ia descrevendo o minúsculo quartinho, inclusive as cortinas de chintz florido que enfeitavam a janela.

-AH, eu adoro essas cortinas – disse ela com o entusiasmo de uma garotinha que  acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.

-Mas a senhora ainda nem viu seu quarto.

Nem preciso ver – respondeu ela. Felicidade é algo que você decide por principio. E eu já decidi que vou adorar! É uma decisão que tomo todo dia quando acordo. Sabe, eu tenho duas escolhas: Posso passar o dia inteiro na cama contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem… ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem. Cada dia é um presente. E enquanto meus olhos abrirem, vou focalizá-los no novo dia e também nas boas lembranças que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: Você só retira daquilo que você guardou. Portanto, lhe aconcelho depositar um monte de alegria e felicidade na sua Conta de Lembranças. E como você vê, eu ainda continuo depositando. Agora, se me permite, gostaria de lhe dar uma receita. Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência. Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computadores, artesanato, jardinagem, qualquer coisa.Não deixe seu cérebro desocupado. Curta coisas simples. Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego. Lágrimas acontecem. Aguente, sofra e siga em frente.A única pessoa que acompanha você a vida toda é VOCÊ mesmo. Esteja VIVO, enquanto você viver. Esteja sempre rodeado  daquilo que você gosta: pode ser família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for. Seu lar é seu refúgio.Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se esta instável, melhore-a. Se está abaixo desse nível, peça ajuda. Diga a quem você ama, que você realmente o ama, em todas as oportunidades. E LEMBRE-SE SEMPRE QUE:

A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego… de tanto rir…de surpresa…de êxtase…de felicidade!    (Desconheço o Autor)

 

.

rvers_283662homem idoso feliz

Nunca jamais

rvers_283662homem idoso feliz

Nunca se julgue velho demais para comemorar aniversários nem para fazer coisas que você sempre fez. Nunca desista dos seus sonhos só porque imagina que eles nunca se tornarão realidade. Nunca esqueça o som de uma boa gargalhada ou do amor visto nos olhos de alguém. Nunca troque prazeres por más lembranças de coisas que já se perderam  no tempo.Nunca jogue fora o seu entusiasmo pela Vida, crendo que está velho demais para isso, pois não é o que você sente, mas sim o que lhe disseram. Há um profundo vale dentro de nós onde a primavera é eterna, onde não há sons de tristeza e onde os pássaros sempre cantam. Mesmo que os seus passos já não sejam tão largos quanto os passos de um adolescente, mesmo que lhe pareçam muito diferentes as coisas que antes você enxergava de outra forma, não deixe a soma das décadas transformá-lo num ser amargo e sem esperanças. Com a idade cresce nossa sabedoria e ela é uma benção para todos nós. Exiba os anos vividos como quem carrega um estandarte, girando-o brilhantemente em direção ao sol. Se piadistas lhe disserem que sua Vida está acabando, diga-lhes sorrindo sabiamente: ELA ESTÁ APENAS COMEÇANDO!   (Texto de Silvia Schmidt)

Nunca subestimem os idosos

idosa

Uma velhinha foi ao supermercado e colocou a ração de gato mais cara no carrinho A moça do caixa disse: 

-Me desculpe, mas nós não podemos lhe vender a ração de gatos sem  provas que a senhora realmente tem gatos. Muitos idosos compram ração de gatos para comer, e a gerência quer provas de que  a senhora esteja realmente comprando a ração para o seu gato. A velhinha foi para casa, pegou o gato e o levou ao supermercado e eles então venderam a ração pra gato. No dia seguinte, a velhinha foi ao supermercado novamente e comprou 12 dos mais caros biscoitos pra cachorro. A caixa, novamente, pediu provas de que ela tinha um cachorro, explicando que os idosos costumavam comer comida de cachorro. Frustrada, ela foi para casa e voltou com o seu cachorro, e pôde levar os biscoitos. No outro dia, a velhinha voltou ao supermercado trazendo uma caixa com um buraco na tampa e pediu para a moça colocar o dedo no buraco. A moça da caixa disse: Não! pode ter uma cobra aí dentro!!! A velhinha lhe assegurou que não tinha cobra de estimação, e que não havia nada na caixa que pudesse mordê-la… Então a moça da caixa enfiou o dedo no buraco, tirou, cheirou e disse: Hummmmmm…mas isso é merda!!! A velhinha então sorriu de orelha a orelha e confirmou: – É merda mesmo! Agora, minha querida, eu posso comprar três rolos de papel higiênico????

Obrigada Edilton Tourinho, amei o texto. Se tiver outros manda pra mim.

Minha mensagem

 

O “MOMENTO DA MELHOR IDADE” traz hoje como abertura o vídeo do Gonzaguinha cantando O que é, O que é,  música  que é tema de todos nós que amamos VIVER.  A letra diz  “ não devemos ter vergonha de ser feliz. Que devemos cantar a beleza de ser um eterno aprendiz. Continua: Ah meu Deus eu sei que a vida devia ser bem melhor e será, mas isso não impede que  eu  repita , é bonita, é bonita, é bonita. Há quem fale que a vida da gente é um nada no mundo. É uma gota, é um tempo, que nem dá um segundo. Há quem fale, que é um divino, mistério profundo. È um sopro do criador. Numa atitude repleta de amor”. Devemos a cada amanhecer agradecer a Deus por mais um dia de vida. Um milagre que Ele nos concede a cada amanhecer. Precisamos valorizar a vida tendo sempre sonhos a realizar, tarefas a serem cumpridas, novas alegrias a serem gozadas. Cada despertar é um novo dia a ser vivido com alegria, não desperdicemos esta graça, vivamos intensamente, sejamos felizes e façamos o outro feliz.

Obrigada por estar na minha companhia mais uma vez. Divulgue o nosso blog para que a cada dia um número maior de pessoas possam interagir, enviando suas mensagens, seus textos para aqui serem publicados, formando assim uma grande corrente de amigos.

MOMENTO DA MELHOR IDADE

imagem1

Olá amigos

A partir de hoje, 05/01/2015 vamos manter uma conversa diária, sobre temas importantes e que dizem respeito a todos nós da Melhor Idade ou Terceira Idade, como queiram. Inicialmente vou me valer de uma ótima apostila da autoria do Dr.Rômulo Meira, um dos melhores Geriatras do Brasil, e que tenho a alegria de ter como amigo,  abordando um tema primordial: estou falando de “ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO “que tem como objetivos para o idoso: Aumentar a Flexibilidade; Aumentar a Força; Aumentar a Resistência Cardiovascular. Exercícios físicos podem prevenir ou reverter metade do declínio físico normalmente associado ao envelhecimento. Muito do que consideramos normal no envelhecimento não tem nada a ver com velhice e sim com a falta de uso do nosso corpo: músculos MOMENTO DA MELHOR IDADE – PRIMEIRA POSTAGEM  – 05/01/2015

 

BENEFÍCIOS DA ATIVIDADE FÍSICA NA MELHOR IDADE: Força muscular; Flexibilidade; Amplitude dos movimentos; Equilíbrio; Resistência; Postura e articulações.

EM QUE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS  REGULARES PODE LHE AJUDAR: Manter sua vitalidade, mobilidade e independência. Sentir-se melhor física e emocionalmente (exercícios liberam endorfinas no cérebro e estas lhe proporcionam alívio das dores e bem estar); Dormir melhor; Pensar positivo sobre você mesmo; Aumentar a  sua autoestima; Aumentar o número de amigos e conhecidos; Evitar sentimentos de isolamento social e depressão; Apreciar melhor a vida. Evitar câncer do cólon; Desenvolver e manter mais saudáveis, ossos, músculos e juntas; Controlar o peso; Aumentar a longevidade; Manter-se capaz de viver independentemente; prevenir quedas e evitar fraturas

CHAVES DO SUCESSO: Alcançável: Faça projetos que reflitam sua capacidade atual. Só aumente o nível quando seu corpo se adaptar Faça antes de começar uma avaliação com o seu geriatra. Desejo :Escolha atividades físicas que você goste ou ache que gostará de praticar. Variedade: Escolha uma variedade de atividades que você possa praticar diariamente independente do dia da semana, clima ou local. REGULARIDADE: Remova obstáculos ou circunstâncias que possam interromper o início de uma rotina saudável. Mantenha registro do seu progresso e estabeleça objetivos futuros a serem alcançados. RETORNO POSITIVO: Conceda-se prêmios pelos objetivos alcançados. Participe de atividades eventuais organizadas ou corridas. Você poderá ficar surpreso com quão bem você vai.

Confiante que esta primeira postagem tenha conseguido, pelo menos, fazê-lo pensar na possibilidade de exercitar-se regularmente, prometo voltar amanhã com mais um tema do nosso interesse. Até lá fico aguardando seus comentários a respeito desse nosso projeto. Encerro deixando o nosso endereço eletrônico completo para que você possa acessar também os nossos vídeos quando eles forem postados.

 

Lançamento do Canal de vídeos

Acabamos de criar o Canal de vídeos onde iremos publicar minhas aulas.
Inscrevam-se no Canal para acompanhar o conteúdo e aguardem.

Em breve mais novidades!

 

canal

 

 

1 2 3 4